Infraestrutura do sistema de saúde da Rússia e o baixo custo das mensalidades das faculdades de medicina são diferenciais

Devido aos altos custos para bancar uma graduação em Medicina no Brasil, cada vez mais estudantes brasileiros têm escolhido estudar medicina na Rússia.

Estudantes de medicina na Rússia
Estudantes de medicina na Rússia

Ao optar estudar medicina na Rússia as vantagens como custos mais baixos e facilidade nos processos seletivos compensam as dificuldades como a distância, as diferenças de cultura e o clima. Por exemplo, no inverno russo, as temperaturas podem a chegar a 30° C abaixo de zero. 

Além disso, a infraestrutura do sistema de saúde do país é um diferencial, com mais de 9 mil hospitais. Desde 2006, a Rússia faz investimentos cada vez maiores em saúde, que visa modernizar a rede de saúde no país. 

A Rússia tem excelentes universidades, mas pouca procura quando comparado com países como Estados Unidos, Canadá e França. Esse quadro está mudando; as pessoas estão conhecendo melhor o sistema universitário russo e seus custos.

Recepção ao estudar medicina na Rússia 

Para ser aprovado em uma faculdade de medicina, os estudantes devem se inscrever em um curso preparatório. Esse curso dura em média 12 meses. O processo burocrático pode ser auxiliado por instituições que fazem a intermediação entre os estudantes e as instituições. Além disso, os ingressantes nos cursos preparatórios têm aulas do idioma russo, introdução à cultura do país e noções básicas de algumas disciplinas de medicina. 

No curso superior, as aulas são ministradas totalmente em russo, sendo necessário tanto para atividades cotidianas quanto para o atendimento a pacientes. Ao final dos cursos preparatórios ministrados totalmente em russo, a maioria dos estudantes sai com razoável domínio do idioma. 

Além disso, o modelo de ensino é uma mudança para os estudantes brasileiros. Por exemplo, nas faculdades russas, as turmas são menores, com até 12 alunos cada. Ademais, as avaliações são feitas por meio de provas orais ao final de cada aula. Portanto, se o aluno não passar em uma avaliação, precisa refazê-la até ser aprovado. Ao final da disciplina, é feito um exame com todos os conteúdos ensinados. 

“Absorvemos melhor as informações do que em uma sala com 40, 50 alunos. É uma mentalidade totalmente diferente da ocidental; para tudo se tem uma hierarquia. Culturalmente eles exigem que você tenha responsabilidade desde o primeiro dia na universidade”, conta o paulista Jean Carlos, 21, que cursa medicina em Krasnodar há dois anos. “

““Você vive em um sistema com provas orais, práticas e escritas. Antes de tudo, não são avaliações mensais: você precisa estar preparado ao final de cada aula. E aí está uma das principais diferenças; você precisa estudar para as aulas. Normalmente o professor lhe cobra antes de lhe ensinar”, completa. 

Custos e oportunidades ao se estudar medicina na Rússia

O custo é um fator decisivo para muitos estudantes que querem estudar medicina na Rússia. O valor médio por ano é de US$ 3,5 mil, aproximadamente R$ 12 mil – incluindo as mensalidades para o ano letivo, alojamento e seguro saúde. 

Além disso, os estudantes formados na Rússia podem trabalhar em países da União Europeia, graças ao Tratado de Bolonha de 2003. Portanto, esse tratado permite a livre circulação de estudantes e profissionais do ensino superior entre os países signatários. 

Enquanto que no Brasil, o estudante deve realizar as provas do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) . Ademais, cerca de 80% dos candidatos formados em universidades russas de medicina tem seu diploma validado. 

“Me formei em julho de 2015, iniciei o processo de validação do diploma no final do mesmo ano e em abril de 2016 já estava com meu CRM”, diz Tatiane Oliveira, que se formou na Universidade de Moscou e desde maio de 2016 trabalha no Hospital Santa Marcelina, em São Paulo. “Nunca enfrentei nenhum tipo de preconceito. Quando falo que me formei na Rússia, normalmente as pessoas enxergam como um mérito a mais”, conclui.

Por fim, para mais informações de como estudar medicina na Rússia ainda em 2019 acesse aqui.


Estudar medicina na Rússia é vantajoso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat